Kelly Pru - 18/04/2007

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Kelly Pru - 18/04/2007

Mensagem por Ricardo em Seg 28 Jan 2008, 1:47 pm

Olá Pessoal,

Eu fiz entrevista ontém pela manhã e fui aceita pelo Quebec.
Vou postar minha experiência porque eu ficava muito feliz quando alguém postava sua experiência. Obrigada a todos que postaram sobre suas entrevistas agora em Abril. Todas me ajudaram de alguma forma.

ANTES: QUEM SOU EU
Sou solteira, 30 anos, consultora de informática em Brasília para desenvolvimento com Java. Tenho 5 e 7 meses de experiência com desenvolvimento Java para WEB. Sou fluente em inglês e comecei a estudar francês no ano passado (estou no 3o semestre do curso regular da Aliança).

ANTES DA ENTREVISTA:
Estudei muito nas últimas três semanas com aquelas perguntas que quase todos já devem conhecer:
http://www.itc-canada.com /Interview-Quebec.shtml
Contratei um professor particular, 5 horas, e ele me ajudou a montar as respostas. Depois eu fiquei treinando sozinha.

MINUTOS ANTES DA ENTREVISTA:
O horário marcado era 10:00, mas cheguei às 09:20 e subi para o 12o Andar. Esperei até 09:30, mas como não vi nenhum movimento perto da sala que deveria ser eu desci e perguntei a recepcionista se eu estava no lugar correto. Ela me avisou que as entrevistas estavam sendo no 15o, mas era melhor esperar em baixo porque lá não tinha lugar de sentar. Fiquei no hall do salão até 09:50 e subi. Chegando lá, vi um papel no hall com nome do M Daniel Leblanc e Immigration Quebec. Na porta da sala onde eram as entrevistas estava escrito para aguardar ser chamado no hall. Apesar de ver que haviam duas cadeiras no canto, eu fiz como o escrito e fiquei em pé esperando no hall. Eu fiz isso também porque do lugar das cadeiras dava para escutar a entrevista do casal que estava lá dentro e eu achei que isso poderia me deixar mais nervosa. Aguardei até 10:30, fiz um burraco de tanto andar de um lado para o outro no pequeno hall. Daih, o casal saiu com uma folha de papel apenas na mão. Eu já tinha lido que o CSQ era só um papel e fui toda feliz perguntar se eles haviam passado. Bom, o silêncio e a risadinha sem graça me deram logo a dica e eu mudei de assunto. Eles disseram que o M Daniel falava muito rápido e me disseram de onde eles eram. Eu falei que era de Brasília e assim ficamos: eles ficaram esperando o elevador e eu fui chamada pelo entrevistador.

A ENTREVISTA: (10:30 - 11:30)
Ele me perguntou se eu era Kelly. Eu disse que sim. Ele mostrou a cadeira e pediu para eu aguardar porque ele precisava lavar as mãos e já voltava.
Eu aproveitei e abri o zíper da minha pasta especialmente preparada para esse dia. Uma pasta com plásticos bem organizado e separadinho.
Assim que chegou pediu minha certidão de nascimento. Nesse momento, percebi que o lance de pasta com plásticos não tinha sido uma boa idéia. Devia ter levado aquelas pastas-arquivo super fáceis de tirar e colocar os documentos. Ele não quis olhar na pasta, então eu tirava e colocava os documentos.
Ele começou a preencher a minha ficha no computador dele. Nem me perguntava quase nada, foi falando sozinho e colocando meu nome, minha idade, meu estado civil. No meio ele perguntou meu endereço e o telefone. Devo dizer que o telefone quase não saiu Smile.. daih ele corrigiu um número e ele mesmo falou os outros números de trabalho, e outro endereço lá. Eu ia só concordando. Daí pediu meu passaporte, conferiu. Ele perguntou, quantos anos no total você tem de estudo e eu disse, 16. Ele perguntou qual era minha área de formação, eu respondi: "Informática , nível superior". Daih ele me pediu meu diploma. Eu mostrei e ele ficou pensando sozinho com a planilha de equivalência dos cursos. Ele leu em voz alta: Ciência da computação... daih ele se perguntou: Qual a diferença entre engenharia da comp e ciencia da comp??... Eu só olhando. Daih me pediu o histórico de notas. Ele olhou, olhou e perguntou: Esse "04" é nota?? Daih eu falei, não esse é o número de crétidos de cada disciplina (quantas horas de aula temos por semana desse curso). Daih vi que ele continuou sem saber o que era nota. Daih eu apontei, "olhe, essas são as notas: SS, MS, MM, MI, SR" e mostrei a legenda no final. Ele: "Ahh, dificil de entender essas notas com letras. O que é TR?". Daih eu tentei horrivelmente explicar o que era um trancamento.. nem devia ter tentado.
Em seguida me pediu o certificado do segundo grau. Eu tirei do plástico e entreguei, ele ficou olhando e disse: não, esse é primeiro grau.. Na hora eu apavorei, "será que eu peguei o certificado errado?" Eu acreditei porque terminei o primeiro grau e o segundo no mesmo lugar. Daih ele fez uma cara meio desconfiada de mim e foi para o computador.. Eu peguei o meu certificado e falei: Ué, esse eh do segundo sim. È porque ele tinha olhado no lado que diz "Curso anterior: Primeiro Grau". LEMBRE-SE QUE ELE É CANADENSE E FIQUE ATENTO SE ELE ESTÁ ENTENDENDO SEUS DOCUMENTOS EM PORTUGUÊS. Bom, pediu o histórico do segundo grau e eu disse que não tinha levado. Perguntou se eu tinha feito um segundo grau regular e eu falei que sim, "2o grau científico", o mais comum. Passamos para a parte de antecedentes de trabalho. Perguntou se eu tinha experiência na minha área de atuação e eu disse que sim, trabalho com desenvolvimento há 7 anos. Daih ele me pediu os documentos de todos os que eu tinha colocado naquele papel que mandamos para o escritório quando abrimos o processo. Essa parte foi longa e difícil, eu tenho vários documentos, vários contratos. E tudo o que ele quer é: data de começo e data de fim. Daih ele vai colocando do lado quantos meses. Foi uma confusão, devo dizer. Em baixo eu vou fazer uma seção especial para isso porque só interessa para quem tem um monte de contratos como eu. Depois eu ficou calculando os quantos meses nos últimos 5 anos.... Ele disse: "22 meses?" Eu disse: "não, está faltando da outra folha" .. Ele calculou denovo: "44 meses?" Daih, eu fiquei pensando e ele foi anotar no computador. Eu olhei para as contas dele e falei.. mas quantos meses vc considerou do meu último emprego? São 18 né? Ele: "ahhhh, tá, faltou 12 meses." Daih ficou pensando, pensando... Eu: "56"... Ele:"ah sim, perdão". Passada essa parte ele, me perguntou quando eu comecei a fazer francês e pediu o certificado ou comprovação de horas. Eu mostrei meu certificado de 128 horas do ano passado da Aliança de disse que estava fazendo curso regular e estava no terceiro semestre. Daih me perguntou: "Sim, certo, qual seu nível?" Eu: "Estou no 3o sem do básico". Ele anotou no comp: "Básico" Daih eu fiquei pensando: "Essa entrevista não é tb para avaliar o francês? E eu que digo para ele qual meu nível??" Bom, me perguntou se eu falava inglês. Eu: Sim e fui pegando meu certificado. Ele:tem certificado?Eu:Sim, fiz o IETLS. Ele denovo olhou e perguntou: "Como eu sei a nota?" Eu apontei.. Ele:"Sim, mas o que quer dizer?" Daih começou a falar em inglês: Eu mostrei o verso e disse em inglês:: "Olhe, 9 é a maior nota".. . Eu tirei : 8, 8, 8 e 6.5 ... média 7.5 .. Ele:"Ah tá, então você é muito boa Smile e imendou considerações." Não conversamos em inglês e voltamos para o francês. Ele: "Mas então, qual sua motivação?", depois:"Qual cidade?", depois: "O que você sabe do Quebec?", depois: "O que você vai fazer nos primeiros meses para se sustentar?", depois: "O que você sabe do mercado de trabalho?". Mostrei o documento do Quebec onde mostra quais os números CNP que correspondem com o que eu trabalho e trabalhei no Brasíl. Mostrei um resultado de pesquisa da minha especialidade por região e disse que das 31 ofertas, quase todas eram de montreal como ele podia observar. Mostrei dois conjuntos de ofertas que eu imprimi: uma mais iniciantes e outras que são compatíveis com o que faço hoje. Ele:"Mas o que tem nessas vagas que é vc?" Eu acho que não soube explicar bem, mas ele entendeu o geral. Ele: "é uma área muito técnica né?", o vocabulário é muito técnico e ele não sabe avaliar se eu estou dizendo a verdade. Mas claro, eu estava dizendo a verdade.

FIM DA ENTREVISTA:
De repente ele disse: Parabéns você obteve êxito no processo de seleção do Quebec! Aguarde a impressão e confira seus dados. Daih eu dei aquele : "Yes"(baixinho).. E ele ficou todo sorridente e começou o discurso que eu vou resumir nas seguintes palavras: "Você fez uma apresentação muito boa, sua área está com alta necessidade no Quebec, vc fez uma boa pesquisa, seu francês é interessante(gentil ele neh?) ".. Imendou isso explicando o que fazer em seguida. Me deu dois papeis de CSQ, uma para o consulado e outro para quando entrar no Quebec. E ficou nas recomendações. Nessa parte eu viajei um pouco, alívio eu acho. Ele disse para estudar francês até ir. Daí eu falei que ia fazer um curso de imersão em Montreal por 8 semanas antes de ir para o mercado de trabalho. E ele disse que não precisava, eu sabia inglês, meu francês só precisa ser funcional porque é uma área muito técnica. Sabe aquela estória de começar do começo: que nada, para mim, falou para tentar aqueles compatíveis com meu currículo, mas entender que eles iriam me colocar numa posição inicial até que me conhececem melhor.

CONSIDERAÇÕES:
Ele é muito gentil e sorridente. Entendi tudo que ele falou durante a entrevista. Acho que essa é a vantagem do curso regular: vc escuta muito, por outro lado, fala muito pouco. Não falei muito, fui objetiva e usei 10% do que havia treinado. Fui classificada como NF (Não francofono). Mas tive impressão de que tinha passado antes de entrar lá, pareceu apenas conferência como muitos já falaram por aqui. É como o Roque falou: eles verificam se o que vc colocou é coerente, se já começou a estudar mesmo o francês, se vc estudou o Quebec e se estudou o mercado de trabalho de lá.


PARA QUEM TEM MUITOS CONTRATOS DIFERENTES COMO EU
O que ele quer: Totalizar os meses de experiência que você tem nos últimos 5 anos.
O que ele verifica: Data inicial e data final de cada um.
O que devemos fazer: antes da entrevista, marque o lugar onde esses dados se encontram porque na hora é um desespero para achar a duração no meio do contrato. E vc mesmo, conte antes quantos meses você tem de experiência. Eu mesma só percebi que havia um intervalo sem contrato na hora. Mas é porque eu tenho vários diferentes: só no último (onde estou há 18 meses) já tenho 6 contratos.
Lembre-se: você precisa conferir e prestar atenção nas contas dele. Não que ele esteja tentando te testar, mas ele está com pressa e pode se equivocar. É mais importante para você do que para ele.

Bom, agora começar a parte federal.

Valeu!

Ricardo
Admin
Admin

Número de Mensagens : 51
Idade : 37
Data de inscrição : 03/01/2008

Ver perfil do usuário http://canadaimmigration.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum